BARTMANIA

   Bartmania, esse foi o nome dado pelas fashionistas que usam é aprovam a tendência de roupas com estampas do bart. O responsável pelo movimento que virou febre é o Jeremy Scott. Aliás, só poderia ser é a cara dele!  Deste que o Jeremy desfilou sua coleção, várias réplicas começaram a aparecer por aí, alguns são quase idênticas, enquanto outras preferiram a linha ”inspired”.

  A tendência é tamanha, que até os meninos decidiram aderir a o guarda-roupa, apesar da estampa ser extremamente chamativa.  Mais pra uns a estampa é um ”amor” pra outros é de ser ”odiar”. Tudo isso porque muita gente ainda não sabe como usar essas peças, que podem ser usadas com jeans, saias de couro, hot pants, meias 7/8, jaquetas de couro e coturnos, só fazer um mix das peças, que vai arrasar! Aqui tem algumas imagens inspiradoras pra vocês ter noção de como usar as peças do bart, vejam só:

 

 O trend alternative agora tem uma Loja Online, na qual vai inaugurar o site próximo mês, é lá venderemos várias peças do Bart Simpsons como o moletom, camisetas, shorts, boné é até mesmo o vestido! Tudo super seguro de comprar AQUI estar a page do facebook, curte a page lá e fica por dentro de quando o site será lançado é virem um BARTMANIA!

postadopormayza

Anúncios

COLEÇÃO: THINK COLLECTION 13.2

Então meninos, eu estava dando uma olhada esses dias e acabei vendo umas coisas que me abriram os olhos de tal forma que… Ai, vou parar de enrolar! Vocês não sabem  o quanto estou empolgado em fazer esta matéria. A nova coleção da Think Collection Vem com novidades, outras peças além de camisas, com Boné (Cap aba reta) e também o casaco/jaqueta. A coleção em geral vem num estilo super College com camisas de futebol americano,  bem jovem com o espirito punk na veia, puxando também para o lance high school, meio Rapper, com tendências e movimentos do Sea Punk, Pastel Goth. Enfim, vou deixar as fotos falarem por mim, confiram a sessão da coleção e reparem em  cada estampa, enche os olhos, eu mesmo quero todas *-* Vale muito a pena conferir!

A coleção é mesmo intrigante não é?! ~Adeus salário~ qualquer coisa é só visitar a pagina deles no facebook e fazer seu pedido por lá, espero que tenham gostado e até mais!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

postadoporjulius2

Tudo Sobre Moda: Anos 60

Bom galera, desculpem de coração este pobre ser que não anda atualizando seu blog, eu vim hoje aqui me redimir com todos vocês com um tema bem interessante, no qual estou fazendo um trabalho na faculdade, e acabei vendo coisas que nunca tinha percebido dos anos 60 ou ”anos rebeldes”, vamos começar logo este post?!

Para começar a falar dos anos 60, deveremos voltar uma desada e mostrar o que eram os anos 50, depois da guerra, as mulheres não precisavam mais trabalhar, e seu lugar agora era em casa, cuidado da família, como sempre dando este cargo para a figura feminina, então como em Chanel as mulheres haviam largado os espartilhos, elas voltam em 50, e também, cinturinha marcada, saias longas e plissadas da Dior, que estoura na década. Voltando aquele senso de mulher feminina que se tinha no ”art nouveau’‘.

Contrapondo a isso, em 60, nascia uma geração rebelde, jovens que estavam traumatizados com os horrores que a guerra ocasionou em suas famílias, muitos tinha perdido o pai na mesma e não queriam retroceder a historia do ”sonho americano” de que tudo estava perfeito, que tudo estava certinho, aliás, essa linha de pensamento vem desde 50 com o grandioso Rei do rock, Elvis Presley.

1960s-fashion-2

Com isso, a industria capitalista da moda, percebeu que a fonte do consumo, não eram só os adultos ou os mais velhos, mas sim aquelas garotinhas ricas que queriam parecer diferente de tudo e de todos, se opor ao estilo de seus pais, e como ”estilo de rua” nasce o estilo dos anos 60 que teve grande influência da rua, dos sentimentos dos jovens que tiveram grande força na criação de sua identidade, de vanguardas artísticas que presavam as linhas geométricas, cortes geométricos, roupas mais curtas e vibrantes, corte reto, grande força do ”pret á porter” e o surgimento da Minissaia, que surgiu nas ruas, como diz a sua criadora Mary Quant, no qual as jovens subiam suas saias para que ficassem muito curtas, numa forma de ”chocar” o que era Dior, com saias no tornozelo, é algo que faz parte do nosso guarda roupa ~guarda roupas feminino~ até os dias de hoje!

As moon girls ~garotas da lua~ ganharam este nome na Jornada espacial, por os anos 60 ser a década da preparação do homem a lua, o sonho americano após a 2°guerra mundial era mostrar não só seu poder ibérico, mais também tecnológico e isto influenciou muito no estilo da época, com roupas metalizadas, botas cano alto, oculos grandes ~inspirado nos olhos dos aliens~, perucas marcianas, enfim… A atenção do jovens agora estava focada em mostrar que sim ”eram de outro planeta” como forma de se mostrar diferente de tudo que havia ali, mas esta tendência foi mais ”fashionista” que popular.

Também, a industria da moda que dominava as mídias, traziam jovens magras e fluentes como Adurey Hepbrun e Twiggy  traziam a maquiagem carregada nos olhos distorcendo o estilo Marilyn Monroe de olhos levemente puxados e bocão marcado. Twiggy revolucionou na época com grandes olhos marcados e boca sem cor. Audrey Hepburn, faz forte campanha na criação da calça cigarrete, contrapondo totalmente os padrões de beleza dos anos 50 (no qual ela mesma aderia antes) Mostrando uma mulher moderna, rebelde e independente (mesmo aos custos dos pais).

Em forma masculina, a moda teve influencia não de ”modelos” mais sim de grandiosos do rock como os britânicos Beatles, com o estilo certinho de garotos londrinos, o seu corte de cabelo foi copiado por diversos rapazes, os Rolling Stones, num estilo ainda comportado e o próprio Jimmy Hendrix, com seu estilo rocker que se misturava com o country trazendo também o ”black power” as franjas, as fitas na cabeça do movimento hippie, que teve seu nascimento nesta década no qual a geração era ”anti guerra” num ar peace and love

O psicodelismo ganhou espaço fluente nessa época, com grandes revolucionários, que hoje fazem parte do ”27’s club” como os grandiosos Jimmy Hendrix, Janis Joplin, que são um dos pontos principais de toda essa loucura de shows por toda parte do mundo com a rebeldia da geração escorrendo em suas veias. O movimento hippie que era ainda um embrião, ganha espaço no mundo da musica e logo ganha espaço no figurino e nas lojas aumentando o consumo, trazendo um novo estilo com tendências populares como o Tie Dye, oculos redondinho, formas orgânicas nas estampas e outros, mas isto é bem no final dos anos 60. Com toda essa força do ”black power” da força da natureza, do belo natural, sem cabelos levemente modulados e penteados.

Bom gente, presume que esteja afiado, acho que falei realmente tudo que sei sobre a moda dos anos 60, tentei resumir o máximo, se não vocês estariam lendo até amanhã, HAHAH, se faltou alguma coisa talvez eu venha e complemente, mas qualquer coisa, se quiser me ajudar no trabalho da faculdade, deixa um comentário aqui em baixo falando sua opinião, sua experiência e muito obrigado por conferirem esta matéria, fiz de coração por amar vocês e meu blog. Até a próxima, não deixem de conferir sempre o Trend Alternative xxx

postadoporjulius2

Saiba a historia é onde comprar seu Dr. Martens

Adotado pelo movimento punk rock das décadas de 60 a 80, a Doc Martens como é frequentemente chamado, e uma marca inglesa, porem criada na Alemanha.

Desenvolvido pelo Dr. Klaus Märtens da Alemanha, onde Klaus Märtens era médico é após machucar o tornozelo , ele percebeu que as botas  militares eram muito desconfortáveis e machucavam os pés, assim ele projetou melhorias para a bota, como o couro macio, e solas por amortecimento aerado. Após a guerra acabar alguns alemães saquearam a própria cidade, e assim Martens saqueou e roubou couro de uma sapataria, e criou seu primeiro Doc Martens.

Começou a ser mais usado pelos skinheads, seguidos pelos punks  até porque não a nada mais punk que roubar couro pra fabricar uma bota, depois foi a vez dos new waves dos anos 70, quando a Doc Martens caiu de vez no gosto dos jovens descolados ingleses. A partir de então, surgiram muitos novos tipos, com diversas cores e nomes, que os fashionistas estão bem acostumados a ver nos pés das modelos internacionais entre um desfile e outro.

Pra quem curte Doc Martens, aqui ai algumas fotos pra inspirarem vocês fashionistas:

 

 

Agora que já sabem um pouco sobre a historia da doc martens, vou mostrar dois vídeos pra vocês,o primeiro a  fabricação do sapato passo a passo, e incrível o vídeo, é o segundo vídeo e contando a historia em detalhes, ,mais estar em inglês, quem entender e falar um pouco de inglês vai entender bem, assistam vale a pena!

 

Curtiu o poste, e quer ter o seu Dr. Martens mais não sabe como ?  Bem, existe modelo replicas que são bem mais baratas, porém não duram muito e custam certa de R$ 200,00 a R$ 250,00 reais, particularmente não recomendo a replica até porque você colocando R$ 200,00 reais a mais você tem uma autentica que dura a vida toda ! A replica dura cerca de 3 a 4 meses, isso porque ela começa a descolar a sair a cor, tenho uma replica e particularmente foi dinheiro jogado no lixo.

 

Mais mesmo  assim quer adquirir a sua replica, aqui estão alguns sites –  AQUI, AQUI, AQUI.

Pra quem se interessa pelo autentico, aqui estar o site deles,  entregam no brasil, e curtam cerca de $ 120,00 dolares, mais ou menos R$ 240.00 o ruim e a alfandega que é cobrado aqui no brasil, que custa 60% do valor do produto mais frete tudo deve ficar em cerca de R$ 400,00 reais, AQUI o site.

E ainda pra quem quiser comprar em loja fisica e mora aqui em São Paulo, tem a loja Pretorian, lá tem alguns modelos Dr. Martens, fica na Rua Oscar Freire, 228, nos Jardins. A loja é uma loja de esportes e, pra quem quiser conferir os modelos que tem lá, vale uma ligadinha: 11 2344 2255.

postadopormayza

PHOTOSHOOT: Dark Grove

Então queridos, tudo bem? Eu a ultimamente fiz uma nova sessão de fotos com o fotografo recifense Giovanni Costa ~no qual eu amo o trabalho~ e fizemos uma pegada mais dark com um cenário de bosque/rua arborizada. Com um look rocker e a pegada Glam do casaco de pele ~super sintetico~ e a tendência tie dye de uma forma discreta. Confiram o trabalho, acredito eu que ficou maravilhoso.

julius2-1-2_DSC2494_DSC2504_DSC2506_DSC2495

Espero que tenham gostado da sessão, uma de minhas prediletas fotos da vida foi essa ultima, gente que perfeita a composição, o clima, a iluminação, arrrgs, vou parar de falar! Vocês quem tem direitos aqui U_U Também exibindo minha calça da coleção do dia dos namorados da C&A ~sim é de girl~ mas acho que ficou bem legal pela estampa em tie dye que ta voltando e nós já vamos falar nela, espera só que acho que próxima semana tem material para postagem prontinhos HAHAH, obrigado pela atenção ❤

postadoporjulius

TENDÊNCIA: Estampa Étnica

Hoje vamos falar da estampa que está marcando presença nas araras de lojas de departament e em sites de street style. Ela apareceu por aqui em setembro, na primavera (até mostrei algumas peças na coleção da Vans com a Hermès) e depois de alguns meses, tcharam! Desfilada nas principais semanas de moda, a estampa que foi sucesso da década de 1970 volta de forma repaginada. 

Acredito que vocês já conhecem muito bem esta estampa, que fez muito sucesso em anos anteriores e volta com tudo nesta estação. Não é por nada que vocês teêm visto na gringada e influência grande da estampa étnica também aqui em nosso Brasil ~que tem um clima quente e o calor da estampa~ Pois é, vamos falar hoje de Estampa Étnica, ou Tribal Print. Como vocês quiserem chamar. Com forte inspiração nos índios americanos, tribos asiáticas, astecas e africanas, as estampas étnicas, misturadas com cores alegres e divertidas, ditam o estilo atual tanto feminino, quanto masculino, como vocês podem ver.

Mas a questão é, como usar? Por mais que o mix de estampas continua em alta, temos que ter certos cuidados, para o look não ficar “over”, o lance todo é sua postura, a combinação de cores ou sintonia delas é muito bem vinda em peças assim, com maxi estampas ou estampas minimalista, contudo, a estampa étnica é um charme e você pode combinar da melhor forma como vocês podem ver nos looks abaixo, o legal da tendência, é a democracia que ela tem sobre outras peças, além de camisas, ela  tá em calças, sapatos, blazers, mochilas, cases de iPhone, legging e muito mais.

Por ser uma padronagem que chama atenção, por suas formas diversas geométricas, o ideal é combiná-la com peças de tons neutros. Aproveitando algumas tendências da estação, as estampas étnicas também ficam incríveis quando combinadas com regatas, blusas com estampas de atitude, camisas e camisas básicas.  Mas como vocês sabem, atitude tá ai pra vocês se jogarem. Ainda deseja ter referencias? Um colar, pulseiras ou brincos também ficam ótimos com as produções. Como um bom criador ou manjador das manhas do DIY, você pode também customizar peças numa pegada mais étnica, basta ter atitude e jogo de cintura!

Para as meninas de minha cidade, uma ótima loja que já vi dezenas de peças em estampa étnica é a Loja Auri, que arrasa nas suas produções e peças unicas como este vestido

E meu lindíssimo parceiro do TAONIC, o Yago Richelly arrasou na compra de uma mochila na tendência, sou louco de paixão por esta bolsa

Bom gente, espero que tenham gostado da matéria, mas uma vez peço desculpas pela demora para criar postagem nova, prometo não abandonar vocês, a culpa toda é de minha faculdade que suga todo meu tempo 😥 Obrigado pela atenção, até a próxima.

postadoporjulius

TOPMAN: Verão 2014

Com uma pegada meio Techno Cowboy a Topman apresentou sua coleção de verão 2014 em Londres ~London Collection Summer~. Com silhuetas mais soltas, colarinho, gola padre, peças de seda supr luxuosas, jaquetas com toques esportivos e camisas que aparecem ao decorrer do desfile da marca britânico. Tudo com claras inspirações nos filmes de faroeste dos anos 50.